PROGRAMADOR COBOL – TORNE-SE UMA AUTORIDADE

Não é de hoje que a busca por Programador Cobol está em alta, certamente um profissional em falta no mercado.

Um dos principais motivos é o fato desta linguagem praticamente não existir mais em Cursos Técnicos e Universidades.

Em nome das  “novidades” os cursos apresentam o que supostamente é mais buscado e oferece mais rendimento, afinal o que a maioria das instituições (particulares) deseja é ganhar dinheiro.

Então como conseguir entrar no mercado como Programador Cobol e fazer parte de um grupo seleto de profissionais da computação ?

A resposta sobre isso e muito mais está neste artigo !

Como eu sempre digo, pegue a sua pipoca, um refrigerante (ou uma cervejinha gelada), sente-se confortavelmente e comece a ler.

Hoje você pode mudar a sua decisão sobre qual carreira seguir !

O que faz um Programador Cobol

programador cobol
Mainframe – Fonte da imagem: Pixabay

Basicamente o profissional que programa em Cobol codifica e testa programas, executa a manutenção de sistemas e faz correções.

É mais fácil encontrar programas em Cobol que precisem de manutenção do que sistemas para serem criados do zero, prepare-se para isso.

O mercado é carente de profisisonais que tenham habilidades para testar sistemas e que façam as correções necessárias.

A Linguagem Cobol foi criada para facilitar a programação, ou seja, mesmo que o programador não esteja ligado diretamente a área de computação ele consiga criar e executar sistemas.

Na maioria das vezes não é isso que ocorre, mas a ideia foi essa, entretanto isso gerou um certo problema.

O código de um programador Cobol

programador cobol go-to
Usando GO-TO no COBOL

Imagine alguém que esteja preocupado em colocar algo para funcionar, entretanto esta pessoa não esteja preocupada em saber como “isso” funciona.

É como apertar um botão para ligar algo, era assim que os primeiros programadores em Cobol trabalhavam, na verdade muitos fazem a mesma coisa até hoje.

A questão é que isso gerou muitos problemas, principalmente os ligados a manutenção dos códigos já existentes.

Com o passar dos anos a profissão de programador foi aprimorando-se e os códigos começaram a ser escritos para melhor entendimento de todos, porém a manutenção dos já existentes continuaram sendo um problema.

Quem já deparou com vários GOTOs em um código que o diga !

⇒Veja também = Jogos de PC anos 80

Mais detalhes sobre Cobol

Talvez você seja iniciante como programador Cobol, então vou deixar aqui um resumo da linguagem com informações extraídas do Wikipedia.

A sigla Cobol significa, Common Business Oriented Language (Linguagem Comum Orientada Para os Negócios).

É uma linguagem orientada para processamento de Banco de Dados Comerciais.

A linguagem de programação Cobol foi criada sob a orientação de Grace Murray Hopper, criadora da linguagem Flow Matic, a base para a criação do Cobol.

O nome da linguagem foi criado em um reunião do comitê em setembro de 1959, as especificações foram implementadas por um sub comitê em dezembro de 1959.

Cobol orientado à objetos

A linguagem e o programador Cobol continuaram evoluindo e no início de 1990 acrecentou-se Orientação a Objetos.

Empresas como a Fujitsu e a Raincode PL/1 suportam compliladores Cobol Orientados à Objetos, com foco no .NET.

O Microsoft Cobol é uma versão orientada à objetos utilizada dentro do MVS e a Micro Focos Visual Cobol também é uma versão do Cobol orientada à objetos.

Existem outras empresas que adotaram este padrão, inclusive a IBM com o IBM COBOL, um software com diversas versões.

Orientação à Objeto no Cobol foi um bom negócio ?

No mercado existem os “programadores raiz”, aqueles que gostam das linguagens como elas são e os programadores “modernos”, aqueles que buscam novidades.

Independente do tipo de profissional, na minha opinião, o Cobol não foi criado para ser Orientado à Objetos, mas mesmo assim este foi um grande passo.

Ajudou sim, levando em conta usar a linguagem em ambientes onde não seria possível com as estruturas primárias da linguagem.

Outro ponto positivo do Cobol Orientado à Objetos é trazer para perto profissionais que desejam usar a linguagem, mas fora do ambiente Mainframe.

Locais para trabalhar com Programação Cobol

programador cobol vagas
Vagas para Programador Cobol – Fonte da imagem: Pixabay

Hoje em dia existem os bancos digitais, porém os bancos tradicionais, na sua maioria, usam mainframes e Cobol na programação.

Existem também outras empresas que usam mainframes, mas hoje a maioria delas preferiu os micro computadores e linguagens de mais fácil acesso.

Exemplos de vagas

Este artigo está sendo criado em fevereiro de 2021 e fiz uma pesquisa rápida para encontrar vagas para programador Cobol, veja a seguir.

Vagas extraídas do site Info Jobs

1 – Desenvolvedor Cobol

  • Desenvolvedor Cobol
  • Experiência na Linguagem Cobol
  • Experiência em Banco de Dados
  • Ter interesse em aprender novas Tecnologia
  • Presencial

Número de vagas: 5

2 – Analista de Sistemas Cobol

  • Salário: R$ 9.000,00 a R$ 10.000,00 (bruto mensal)
  • Especialista Mainframe Microfocus, profissional com três anos ou mais de experiência em Mainframe Cobol.
  • Obrigatório conhecimento ferramenta Microfocus Visual Cobol.
  • Diferencial: Experiência e conhecimento do mercado bancário.
  • Postura pró-ativa, trabalho em equipe e orientado a resultados. Trabalho presencial

3 – Programador Cobol Junior

  • Salário a combinar
  • Período Integral Efetivo – CLT
  • Área e especialização profissional: Informática, TI, Telecomunicações – Análise de Sistema
  • Nível hierárquico: Analista
  • Experiência com programação Cobol
  • Requisitos: IMS, JCL, CICS, VSAM DB2
  • Modelagem de testes

4 – Outras (muitas outras…)

Eu poderia criar um artigo só com vagas para programador Cobol, mas este não é o objetivo e basta fazer uma pesquisa no Google para encontrar as vagas.

A questão é, existem muitas vagas, inclusive  para quem não possui experiência, afinal os programadores antigos praticamente não existem ou estão aposentados.

A questão é que nem tudo está perdido, mas o seu esforço é necessário.

Então, veja a seguir alguns cursos, gratuitos e pagos, que ajudarão você.

Cursos para Programador Cobol

Acredito que muitos que lerem este artigo irão procurar mais informações sobre Cobol e para facilitar a busca segue alguns cursos para programador Cobol.

1 – Curso Cobol Grátis da iEstudar

2 – Curso Cobol Grátis do Canal do Ensino

3 – Cursos de Cobol da Udemy

4 – Cursos Grátis da up Cursos Grátis

5 – Cursos Cobol da IBM

Fique a vontade para fazer novas buscas, existem várias opções.

Conclusão sobre Programador Cobol

Só não ve quem não quer, as vagas para programador Cobol existem e em contrapartida não existem profissionais, sendo assim, esta é uma excelente oportunidade para você remar contra a maré e entrar no mercado.

A dúvida que fica é…

Porque fica cada vez mais difícil encontrar cursos de Cobol, mesmo que existam alguns presenciais e pela internet ?

A minha resposta é, falta o interesse das pessoas !

Então, comece a ler sobre o Cobol, vá aos poucos, é uma linguagem fácil de aprender, mas como qualquer outra atividade exige um pouco de esforço.

Por hoje é isso, obrigado pela visita !

Aproveite para ler mais do nosso conteúdo e deixe os seus comentários.

Ricardo Sierban

Ricardo Sierban

Sou amante de retro computação, retro programação, marketing, ficção científica, literatura e outros assuntos que venham a agregar na minha vida e vida de outras pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Próximos Eventos

%d blogueiros gostam disto: