Cláudio Costa, ou CC, era mais que um colaborador da MS, além de escrever textos sobre o raro Tandy Color (CP 400), que era seu micro preferido na