IPTV x Torrents

IPTV x TORRENTS

TUDO QUE VOCÊ QUERIA SABER E NUNCA TEVE CORAGEM DE PERGUNTAR.

IPTV quer dizer (Internet Protocol Television) pode também ser conhecido como TVIP (Televisão por IP). Trata-se de um protocolo que permite enviar ou receber sinais de TV (ou vídeo) através da internet. A principal diferença neste tipo de transmissão é que diferente dos canais de TV por cabo ou outros métodos, o IPTV transmite no horário em que você estiver conectado, ou seja, você não tem que seguir nenhuma grade de programação ou colocar para gravar.

Já Torrents é um protocolo que permite baixar arquivos no formato P2P (Par a Par, Ponto a Ponto ou Pessoa a Pessoa) que basicamente divide um arquivo em vários pequenos pacotes que podem ser encontrados em diversos lugares, o mesmo software que recebe os arquivos também os envia, formando uma rede pessoal gigantesca na Internet.

Ambas as explicações são simplificadas, mas se desejar mais informações o “tio Google” tem respostas bem mais detalhadas, só que desconfiamos que a curiosa leitora e o excepcional leitor estão mais interessados em questões mais práticas.

A primeira questão certamente deve ser…

ISSO É LEGAL OU NÃO?

Esta é a questão mais complexa, pode ser legal, porém na maior parte dos casos não é, vamos tentar entender porque.

Primeiro um exemplo de IPTV totalmente legal, a famosa NETFLIX, ou AMAZON VIDEO e serviços brasileiros como GLOBOPLAY ou PLAYPLUS são exemplos de IPTV legal, onde você paga uma mensalidade e tem acesso a vídeos, programação de TV e outras atrações, incluindo filmes e atualmente até jogos de computador, como é o caso do STADIA, um serviço que até o momento em que este texto foi escrito ainda não estava disponível no BRASIL, mas pode ser acessado com uma conta de outro pais. 

Resultado de imagem para netflix amazon

Estes serviços são legais, pagam impostos e não implicam em qualquer questionamento moral se você talvez não esteja roubando os royalties de pessoas necessitadas como Steven Spielberg, George Lucas e outros miseráveis do show-business.

A piada não é muito feliz, afinal os direitos autorais são uma parte dos negócios e sem eles provavelmente não teríamos filmes, espetáculos e outras coisas, então não importa se é um milionário que perde uns tostões ou um pobre aspirante a Youtuber, que trabalha sozinho(a) numa garagem, o correto sempre é pagar, a não ser que o serviço seja grátis… mas sabemos que não existe almoço grátis, então…

A questão é que existem “serviços” de IPTV montados por pessoas que nada fazem a não ser intermediar uma senha entre você e o produtor do servidor de IPTV, sendo que este servidor é pirata, ou seja, vende material que não tem autorização para vender, então imagine-se comprando algo que foi roubado, se está tudo bem para você então fique com a consciência tranquila, dificilmente a polícia vai bater em sua porta e será preso por ter um canal de IPTV funcionando em sua televisão, mas lembre-se que está lidando com ladrões e ladrões roubam a qualquer um que lhes cruze o caminho, inclusive você, assustada leitora e desprevenido leitor.

E como eles podem te roubar?

Há várias formas, a mais simples de todas é vender e não entregar, ou seja, você entra em um site que te promete até filmes que nem foram lanlçados ainda no cinema, só que você entra lá e assiste a um filme que foi filmado torto, com um celular, provavelmente em uma sala de estréia… creia, você não vai querer assistir algo assim, mas caso goste… saiba que é o que vão lhe entregar em muitos casos.

Resultado de imagem para piratas digitais

A outra forma é instalar em seu celular, computador ou mesmo SmartTV um vírus que eventualmente vai descobrir a senha de seu banco, o número de seu cartão (este nem precisa vírus, basta usar para pagar o “serviço”) ou simplesmente vai te cobrar e o serviço não vai funcionar como prometido… e aí, vai chamar o PROCON, a polícia? Sabe o que o cara vai te dizer? Que você é cúmplice de um crime e o pior é que estará certo.

Fiz vários testes com “vendedores” de IPTV, todos tem um perfil padrão, desocupados que vivem de enganar as pessoas, com falsas promessas e mentem descaradamente sobre as características do serviço. Cobrando valores que vão de 30 a 200 reais. Meu conselho… não se envolva com essa gente. (Divino Leitão)

Em meados de 2019 a polícia federal, em ação conjunta com a Interpol fechou diversos servidores de IPTV, especialmente na Rússia, onde estaria o maior deles, que atendia pelo menos 50% do fornecimento. Basicamente um servidor é um local que tem computadores com todos os filmes e arquivos que formam um acervo de milhares de vídeos armazenados e distribuídos de forma ilegal, pelo mundo.

Por alguns meses, quase todos que tinham uma assinatura de IPTV amargaram um serviço que simplesmente parou de funcionar, mas como isso gera muito dinheiro, em breve reconstruíram os servidores e está tudo funcionando normalmente, para felicidade de quem optou por este meio de acesso.

No caso do Torrents é exatamente a mesma coisa, só tem uma diferença, o Torrents não é gerado por uma rede criminosa e organizada, uma verdadeira máfia na Internet. Torrents funciona como nos tempos antigos, quando a gente pegava um programa e ia na casa do amigo copiar para o micro dele, em troca de outros para nossos micros.

Pirataria de qualquer forma, não vamos ser hipócritas, mas os programas que a gente comprava nas lojas eram também pirateados, pelos próprios fabricantes de computadores, que também pirateavam os próprios computadores, eram outros tempos…  digamos de bucaneiros. Sem contar que as empresas lançavam o micro, prometiam milhares de programas e você só encontrava meia dúzia para vender nas lojas. 

Resultado de imagem para trocando joguinho de zx81

É exatamente assim o principio de funcionamento do Torrents, você tem um arquivo e troca com outra pessoa que não tem, uma vasta série de programas, intitulados “Torrent-qq-coisa” fazem a troca, ou seja, você não precisa mais ir na casa do amigo, seu computador negocia tudo, enquanto você vai cuidando da vida ou fica assistindo os vídeos que pegou.

Claro que também existem diversos grupos organizados que fornecem Torrents, eles faturam com publicidade, então você entra num site e assiste “trocentas” propagandas e talvez consiga baixar um arquivo de um filme, que talvez tenha boa qualidade, som ou legendas. É um trabalho duro e sinceramente, não vale a pena. Só que mais a frente vamos dar a dica de como fazer isso sem ter tanto trabalho.

Mas… mas… mas… o uso de vídeos baixado pelo Torrents também não é ilegal?

Claro que é, afinal você está lidando com material que tem direitos de cópia, só que não existem leis que exatamente tipifiquem você enviar (ou receber) de alguém um arquivo de computador, mesmo porque seria difícil caracterizar isso como crime, já que sequer você transmite ou recebe o arquivo inteiro. Você poderia ser preso por portar arquivos sem comprovar a origem, porém a única lei que é levada a sério neste sentido é se você portar arquivos de cenas de sexo com menores, aí a coisa pega, pois é considerado pedofilia, que é crime grave. 

Já tentaram proibir os Torrents, a primeira tentativa sacudiu o planeta e foi uma luta desigual, com toda a industria da música contra um garoto que desenvolveu um programa bem simples, que você já deve ter ouvido falar, o Napster, lançado no final do século XX e que sofreu uma perseguição violenta da parte das empresas que vendiam discos e fitas K7 com músicas. O crime foi permitir a troca de músicas em formato MP3, com um processo bem similar ao que os programas Torrents utilizam. Seu autor,  Shawn Fanning, tinha apenas  17 anos quando criou este sistema, que na época era muito inovador.

Resultado de imagem para napster

Era como se fosse David contra Golias e como na história bíblica, Golias perdeu feio, mas não perdeu apenas a batalha judicial, que inicialmente parecia ganha por nocaute. “Golias” perdeu tudo… pois a partir desta derrota a forma como a música passou a ser comercializada no mundo, mudou completamente, levando a falência as empresas que dominavam o mercado musical e não aceitaram o novo modelo, que perdura até hoje.

Talvez a empresa cinematográfica esteja preocupada em não repetir a história e perder algum controle que ainda tem sobre suas obras, o que certamente seria fantástico para o mundo, ou não… só vamos saber se acontecer.

No caso da música foi benéfico a todos, a industria da música se adaptou a música digital, foi benéfico para os novos autores e músicos, que ficaram mais livres para produzir seu conteúdo, foi benéfico para quem faz e vive de música, mesmo os famosos, já que deixaram de depender tanto das produtoras e produtores, que obviamente guardavam para si todo o lucro e foi benéfico para o público, nunca foi tão fácil e barato ouvir música quanto é nos dias de hoje e podemos agradecer isso a um garoto, que só queria trocar seus discos e fitas K7 com os amigos e com isso virou alvo de uma perseguição terrível.

Quem assistiu os recentes filmes sobre a vida de Elton John ou Fred Mercury ou acompanhou a história mais antiga de Michael Jackson conseguiu perceber como mesmo os grandes e famosos eram explorados e obrigados a fazer o que as grandes gravadoras exigiam. Atualmente a história é bem diferente, o artista faz o que deseja fazer e se tiver talento ou mesmo que não tenha, conseguir público, então faz sucesso e ganha bastante dinheiro.

As lojas de disco ou CD fecharam quase todas, atualmente só existem “lojas” virtuais, que vendem cada canção separadamente, não tem mais aquela obrigação de comprar um CD inteiro apenas para encontrar duas ou três músicas boas, você continua pagando só que o valor é muito menor e escolhe o que deseja ouvir e não o contrário.

No caso dos filmes ainda está nas mãos das grandes produtoras, mas algumas coisas estão mudando e até fazer filmes está mais fácil, hoje qualquer um pode fazer um filme e colocar na Internet, se Glauber Rocha tivesse nascido hoje, teria feito muito mais sucesso… ou não, vai saber 🙂

Entendem porque é tão difícil concluir o que é certo ou errado nestas questões? Nem sempre o que é legal é moralmente ético, embora qualquer pessoa honesta saiba que não existe ética nenhuma em simplesmente usar o que não lhe foi autorizado usar.

Bom, agora sabemos que a ética depende mais de um ponto de vista e a legalidade de leis que ainda não foram criadas, até porque se forem, podem prejudicar mais que ajudar os que realmente se interessam por elas.

COMO USAR IPTV

A forma mais simples e livre de problemas são os serviços citados mais atrás, vamos falar apenas do mais popular deles, porém vale para todos.

Resultado de imagem para netflix

A NETFLIX foi o primeiro serviço regular de IPTV a solucionar todas as questões legais e tem feito muito sucesso, tanto que gerou concorrência cada vez mais poderosa, gigantes como a Disney, que antes era parceira da NETFLIX estão criando seus próprios serviços e muitos mais tem surgido.

Para acessar a Netflix basta abrir uma conta, pagara mensalidade e instalar um programa, sendo que existem versões para smart phone, celular, computadores de todos os tipos e se bobear funciona até na porta de sua geladeira, caso ela esteja conectada na Internet.

Já assisti Netflix até em um smartwatch, porém não recomendo 🙂 (Divino Leitão)

Só precisa isso, uma assinatura e um programa que tem para qualquer smartTV,  video game de primeira linha, computador, porta de geladeira com web… você pode assistir filmes e séries em qualquer lugar.

E tem TODOS os filmes e séries?

Claro que não… só tem os filmes e séries que a Netflix consegue comprar ou produzir, pois além de um canal de reprodução a empresa se tornou uma poderosa produtora de filmes e mais, se você mora no Brasil só pode assistir filmes que a Netflix libera para o Brasil e infelizmente não são os melhores.

Até dá para falsificar a origem do acesso e assistir filmes dos EUA, por exemplo, onde está o “filé” da Netflix, mas você terá problemas se eles descobrirem pois estará descumprindo um contrato firmado com a empresa e na melhor das hipóteses terá seu CPF bloqueado, a pior nem sei, creio que os que chegaram a esta “fase” não estão muito interessados em contar.  

Ok… mas e se você não tem ou não quer pagar 20 pratas por mês ou simplesmente não gosta do catálogo da Netflix?

Ai você tem todas as outras, mas se o catálogo da Netflix é ruim, pense num catálogo apenas com filmes da Disney ou da Fox ou de outra produtora qualquer, ninguém é tão fidelizado assim e a Netflix ainda é a que detêm a maior variedade, só perde mesmo para o IPTV genérico.

Por IPTV genérico entenda todos os zilhões de “serviços” que oferecem listas abestalhadas de “trocentas” opções, são tantas que você não vai conseguir contar. A grosso modo tudo está lá, os canais a cabo, a TV aberta, shows e os tais filmes que ainda nem estrearam no cinema, mas que você não ia querer ver nem de graça.

O problema é que o IPTV também tem custo, dificilmente você consegue uma versão gratuita que preste, embora ofereçam muitas na Internet. E o preço pode ser salgado, alguns dos que vendem descobriram um nicho de pessoas que pagam caro pelo serviço e vendem para estes pacotes “plus” por valores que podem chegar a 200 reais ao mês, não se iluda com as promessas. Você está pagando exatamente pelo mesmo serviço que pode custar o mesmo valor que o plano mais barato da Netflix, até porque não existe um IPTV “melhor” existem apenas listas completas e listas incompletas. Só que tem uma pegadinha ai… TODAS as listas são incompletas.

Como não é um serviço regular ou oficial, simplesmente pode acontecer de você chamar os amigos para ver o último filme do James Bond na sua bela sala de vídeo e o filme não estar lá… ou pior, ser uma versão filmada com um celular. Você não vai querer passar essa vergonha ou a chateação de querer ver algo que você sabe que está lá, porém simplesmente não aparece naquela hora que você está com disponibilidade para ver.

Para adquirir um destes IPTV genéricos a oferta é do tamanho da Internet, basta não desviar das propagandas que vai ver o tempo todo, com alguém querendo lhe vender um IPTV ou pior… te convidando para vender IPTV, neste caso você acabou de entrar numa pirâmide, parabéns!

A bagaça funciona, já testei vários. Porém é como pedir um serviço de entrega e não ter certeza que vai chegar e pelo qual paga adiantado. E se não chegar… não terá a quem reclamar. Imagine que o IFood te cobrou e não entregou, mas riem na sua cara se reclamar, ou que chamou um Uber, pagou adiantado e o carro não vem… é mais ou menos por ai.

Então pense antes de usar. No caso dos serviços devidamente legalizados a situação é outra, raramente dão problema e se der, você será ressarcido do que pagou.

E OS TAIS SET TOP BOX?

Um dispositivo box nada mais é que um tipo de computador que já tem configurados internamente as funções para baixar Torrents e normalmente se conectam a sua TV, mesmo que não seja uma smart permitindo e facilitando todo o processo.

Resultado de imagem para set top box iptv

Algumas vem com a falsa promessa de que vão funcionar sem assinatura, tipo pague uma vez e use “para sempre” mas muitos tem uma coleção pessoal de caixinhas mágicas com esta mesma promessa que simplesmente pararam de funcionar antes mesmo de vencer a garantia.

Como o serviço não existe oficialmente nada pode garantir que eles vai durar “uma vida” só se for a vida de uma mosca… a sua com certeza não é.

A utilidade real de um box é poder transformar uma TV que não tem conexão à Internet para receber este serviço, mas o ideal é adquirir produtos que sejam configuráveis, que possam receber de várias fontes, pois as que são fechadas, pode ser que parem simplesmente de funcionar e nem vão servir para outra coisa, como ocorreu com tantas caixas que recebiam sinais direto do satélite e hoje se encontram obsoletetas, simplesmente porque mudaram a codificação do satélite, ou pior, cancelaram o sinal, o padrão ou ambos.

Estas caixinhas costumam ser interessantes, porém quando tem diversas finalidades, como emular computadores ou outros sistemas, podem ser utilizadas para jogos e assistir TV é uma das diversas opções, se ela só servir para assistir vídeos, simplesmente dispense e não se iluda com o lugar onde vende, observe esta notícia e terá um panorama bem real da situação.

Existem caixas que simulam um servidor local, isso quer dizer que você pode ter um arquivo no computador, no celular ou na nuvem e a caixinha vai acessar este serviço e enviar o sinal para um ou mais dispositivos, permitindo que você tenha uma rede local de streaming, o que é muito interessante, já que a partir de um único servidor todas as TVs de sua residência vão poder acessar as diversas mídias.

É sempre bom lembrar que equipamentos deste tipo são periféricos, ou seja, sozinhos não fazem nada, precisam estar conectados à Internet, a um computador ou outros equipamentos e também é necessário que os equipamentos conectados a ele tenham algum tipo de compatibilidade.

Outro tipo de equipamento que permite assistir mídias diversas em uma TV, mesmo que ela não seja Smart é o Chromecast, lançado pelo Google em 2013 e que já está na terceira geração, neste início de 2020. O Chromecast não é um distribuidor de streaming, mas um receptor, que é colocado em cada aparelho de TV ou monitores compatíveis e passa a receber o sinal de aparelhos compatíveis ou da Internet. Existem outros produtos que fazem o mesmo.

Trata-se de um território bastante pantanoso, portanto estude bem as opções antes de decidir por adquirir um equipamento deste tipo. Tem muitos vídeos no Youtube, pesquise sempre, antes de comprar e na dúvida pergunte para nossa equipe.  

VAMOS FALAR DO TORRENTS 

  Os Torrents dão um pouco mais de trabalho, já que você precisa primeiro encontrar o arquivo desejado, depois baixar (correndo o risco de ser um vírus ou algo diferente do que pediu) e uma vez baixado encontrar eventuais dublagens ou legendas e quando tiver completado essa maratona ainda tem que colocar em um pendrive ou usar um servidor doméstico para ver em sua teve.

Creia… não é um processo “simples” mas garantimos que está ao alcance de qualquer um que domine um mínimo de seu computador e conexões internet.

Depois que cumpriu todas as etapas – lembrando que valem para cada filme, cada série – é só alegria e poderá fazer uma maratona da sua série preferida ou assistir o filme na hora que desejar. Não precisa nem da Internet vale também para músicas, jogos e qualquer arquivo que possa ser armazenado em computador, inclusive vídeos, fotos e outros arquivos pessoais.

Vamos dar um exemplo, existe um site chamado datassette.org, criado por brasileiros e cuja missão é preservar livros, revistas, manuais e demais publicações em papel, especialmente as ligadas a tecnologia. Lá existem versões em PDF de inúmeras publicações e todo o acervo do site pode ser baixado via Torrents, para que possa ter este acervo diretamente em seu computador, não dependendo mais da Internet para acessar. Esta é uma das aplicações possíveis para o Torrents, que tem pouco a ver com filmes ou séries ou jogos e programas de computador. 

O Datassette será tema de uma reportagem muito em breve, aqui na MS.

Então vamos resumir, para entender melhor, Torrents são arquivos que podemos baixar diretamente de uma série de outros computadores ou servidores na Internet.

É ilegal usa Torrent?

Absolutamente não, o uso de Torrents é totalmente legal e isso foi decidido após diversas disputas judiciais ao longo do tempo, seu uso tornou-se legal e permitido. A questão da ilegalidade fica por conta do conteúdo que está sendo compartilhado. Um dos casos mais conhecidos de uso ilegal do Torrents foi com Julian Assange, criador do site WikiLeaks que tinha por objetivo divulgar documentos secretos, especialmente dos Estados Unidos. Foi perseguido durante anos pelo governo norte americano e se refugiou como asilado político em vários países. Seu site distribuia estes documentos usando principalmente o sistema de Torrents e como a divulgação destes documentos é ilegal em muitos países, tanto transmitir quanto receber podem acarretar sanções judiciais severas.

No caso do Datassette pode haver documentos lá que contenham direitos autorais, no entanto a livre distribuição destes produtos através da Internet é difícil de ser tipificada como crime, sem contar que a lei nos permite enviar o conteúdo de algo que tenha sido publicado e não define as formas de divulgação possíveis. Como a maior parte das publicações sequer tem detentores dos direitos o máximo que pode ocorrer é alguém abrir um processo e pedir para tirarem de lá, neste caso serão prontamente atendidos, mas a maioria das pessoas que publicou algo no passado até pede para colocarem lá, uma vez que tais produtos sequer são vendidos, mas tem utilidade para colecionadores, pesquisadores e estudantes.

Filmes e séries que estão em plena comercialização, obviamente não gozam desta prerrogativa, sem contar que vem explicitamente escrito nos mesmos que é proibida a transmissão por qualquer meio do conteúdo. Porém ninguém vai ser preso ou processado porque lhe deram um flagrante de que estava fazendo isso usando Torrents, a exceção fica por conta de quem faça isso comercialmente, ou seja, cobrando para o envio, o que não é o caso se você está baixando ou mesmo enviando um pedaço de um arquivo.

Se formos interpretar as leis de forma mais severa ainda resta o ponto de que mesmo no caso de um flagrante, você não estará transmitindo a obra total, mas apenas parte dela e a lei permite que uma pequena parte de uma obra seja transmitida ou mostrada, claro que tudo isso depende de interpretação por juízes, o fato é que não existe uma tipificação específica para este caso e se não existe… não é ilegal.

Sim, a ética leitora ou o íntegro leitor que estão pensando que não é ilegal mas seria imoral estão corretos, é imoral sim e muito. Porém podemos entender que os preços que cobram por certos produtos também é imoral, deviam ser ilegais e vão além de qualquer questão ética. Então não vamos tomar partido ou fazer julgamentos, os arquivos estão disponíveis na Internet então baixar ou não, assistir ou não é uma decisão estritamente sua.

Como já foi dito logo no início deste tópico, não é uma tarefa simples, então vamos fazer um pequeno tutorial, indicando quais seriam as melhores ferramentas para isso.

TUTORIAL PARA BAIXAR FILME OU SÉRIE POR TORRENTS

Vamos fazer como em uma receita, você vai precisar do seguinte:

OS INGREDIENTES

  1. Um ou mais locais para encontrar estes filmes, eles são incontáveis, então vamos informar qual o que consideramos mais bem feito e mais bem organizado e mais fácil de usar, sem contar que nos pareceu seguro, embora a segurança em arquivos baixados seja sempre relativa. Este lugar não é um endereço de Internet, embora existam vários, trata-se de um programa, com versões para diversos sistemas e infelizmente não podemos indicar uma fonte de download, você terá que procurar em sites de sua confiança. O programa foi criado na Argentina, já sofreu diversos processos legais por ser considerado como divulgação de pirataria, porém por ser de código aberto, se fecham hoje, amanhã tem outro funcionando. Ele é uma espécie de Napster para vídeos e séries. Seu nome é Popcorn Time, apenas tenha o cuidado de baixar de um local no qual confie, se baixar um programa falso é por sua conta e risco;
  2. Programa de Torrents. Você precisa de um programa que lide com Torrents, para poder baixar os filmes do Popcorn Time, existe uma infinidade deles, alguns funcionam com os navegadores mas o que nosso editor recomenda é o que usa há anos, gratuito e sem muita necessidade de configuração. O uTorrents, atualmente na versão 3.5.5. Você pode baixar no site oficial do produto. Porém fique livre para instalar o que preferir, todos funcionam da mesma forma. Existem versões para diversos sistemas diferentes; 
  3. Apesar do Popcorn Time as vezes enviar filmes com legenda ou até mesmo dublagem, é mais prático baixar uma legenda. Estamos indicando um programa que não é considerado pirata e que também entendemos ser o melhor nesta categoria. Você pode também optar por diversos sites com legendas de filmes, mas garantimos que nenhum funciona tão bem quando o Legendas38, que você pode baixar no site Legendas Brasil. É um programa gratuito e seu uso é extremamente simples, basta clicar com o botão direito no nome do arquivo de vídeo e se houver legenda para ele, será baixada automaticamente e em segundos;

E pronto, não tem mais ingredientes, basta uma conexão Internet, estes três programas e pronto, já poderá ter em seu computador, celular ou Smart TV os últimos lançamentos, os mais antigos em séries e filmes e mais… muito mais.

COMO PREPARAR OS INGREDIENTES

Para passar isso em sua TV pode usar um pendrive ou mesmo um HD externo, então basicamente sua TV precisa de uma porta USB e mais nada, o resto é pelo controle remoto e a TV não precisa estar conectada na Internet.

Se tiver um servidor de streaming doméstico (pode ser um programa no seu computador) terá que configurar todos os componentes envolvidos e neste caso não podemos ajudar muito em um texto genérico como este. Mas use o manual ou nos pergunte e informe os equipamentos envolvidos, pode ser que um de nossos colaboradores queira ajudar com um artigo específico. Você pode também contratar um profissional para isso, será um investimento bem mais barato que os equipamentos envolvidos e ele terá que configurar apenas uma vez.

No caso de querer guardar todos os filmes, vai precisar de bastante espaço, mas espaço está cada vez mais barato, neste caso recomendamos organizar as pastas, pois um HD de 2 terbytes pode contar tantos filmes que nem saberá depois quais são.

Para uso pessoal é besteira guardar, já guardei muitos filmes, com medo de perde-los, da Internet acabar ou coisa assim, mas hoje sei que se a Internet acabar o menor de meus problemas será os filmes que quero ver de novo. (Divino Leitão)

Um simples pendrive de uns 16 mb é suficiente para meia duzia de filme e é a forma mais simples e portável de levar os filmes até sua TV, seja ela smart ou não. Se desejar guardar, pode deixar no micro mesmo.

Resultado de imagem para streaming

Muitas SmartTV tem conexões de Streaming disponível através de um programa, pesquise e veja se a sua tem. Neste caso poderá passar o filme direto do computador para a TV, que deverá estar conectada em uma mesma rede e com um programa compatível instalado no computador.

Aqui em casa tenho uma Samsung e instalado no micro, assim como no celular o Sansung Smart View. Com eles posso enviar para a Smart TV qualquer tipo de mídia, fotos, jogos, vídeos e até mesmo a tela do celular ou do computador.Inclusive é possível reproduzir o mesmo conteúdo em vários aparelhos, tudo ao mesmo tempo. Há poucos anos eu nem sonharia com isso. (Divino Leitão) 

O fato é que o modo mais simples de ver conteúdo em uma TV é copiar para um pendrive, que inclusive poderá levar consigo em uma viagem e assistir depois em vários tipos de equipamentos. Evidentemente a TV precisa ter suporte para pendrive, mas mesmo que não tenha é possível fazer com um receptor, destes que a gente utiliza para sintonizar os canais, a maioria costuma ter entrada de pendrive. Alguns leitores de CD/DVD também tem esta possibilidade, se tem algum guardado no armário, aí está uma boa utilidade para usar com uma TV de tubo, que provavelmente também está encostada 🙂

Obviamente existem outras centenas de formas de fazer estas mesmas coisas, portanto se não gostar de nossa sugestão, pesquise que provavelmente vai encontrar uma melhor. Adoraríamos compartilhar suas descobertas, mesmo porque a tecnologia está sempre melhorando.

AFINAL QUEM VENCE A PARADA?

Não há “vencedores” afinal não se trata de um jogo, onde tem vencedor e perdedor, IPTV ou TORRENTS são opções, você pode usar ambas ou mesmo nenhuma, já que há outras opções além destas duas.

Escolhemos as duas opções mais usadas, mesmo porque vivemos uma época de pandemia, algo não muito comum no planeta, onde as opções de lazer se reduzem bastante, provavelmente os cinemas serão fechados por um tempo se a crise se agravar e decidimos fazer nossa parte oferecendo uma opção para você se divertir em casa, ter mais recursos para as crianças além dos tradicionais, que certamente vão se tornar tediosos.

Uma das opções adicionais e que poucos consideram para ver filmes e séries é o YOUTUBE, apesar de ser proibido colocar lá arquivos maiores ou que contenham direitos autorais, sempre se encontra séries fragmentadas em várias partes e até mesmo filmes inteiros, que são colocados em comum acordo com os produtores, fora a enorme quantidade de conteúdo que pode ser encontrado por lá.

Outro recurso é tirar do armário o videocassete ou o DVD e ver as coleções que você ainda não jogou fora ou que pode procurar num sebo, de preferência on line e onde possa pedir por Delivery, já que sair atualmente não é a melhor das opções.

E que a gente vença logo essa crise provocada pelo COVID-19 e que nos afeta a todos e principalmente que as pessoas consigam entender que isso não é uma brincadeira, pessoas estão morrendo as pencas no mundo inteiro e não seremos exceção.

Então fique em casa, nem tanto para proteger apenas você e sua família, mas há pessoas que são mais sensíveis a infecção e precisamos cuidar delas, então mesmo que se sinta o Super-homem, fique em casa tanto quanto possível e providencie  para que sua família tenha como passar o tempo.

Esta foi a primeira das contribuições da MS neste sentido, estamos preparando mais. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: