Live#12

Hoje a live patrocinada pela Tilt, Bitnamic e a MS foi um pouco diferente das demais, ao invés de um pate papo com pessoas ligadas a produção de jogos o foco foi o próprio Gênesis.

Com a presença do criador do sistema, Renato Degiovani, nosso parceiro de além mar, Felipe Veiga e este escrevinhador tivemos a presença do Marcus Garret, como convidado especial.

Renato demonstrou ao vivo o funcionamento do Gênesis e mostrou alguns truques novos que adicionou ao programa, assim como funções especiais para quem tem o código especial de acesso, que libera funções muito legais, para quem deseja levar a programação de adventures mais a sério.

O sistema é gratuito, para acessar basta entrar no site tilt.net/genesis e baixar os arquivos necessários, podendo usar o programa imediatamente, sem necessidade de registro e com instalação super simples, basta descompactar a pasta Gênesis no local de sua preferência e rodar o programa.

O Gênesis  funciona em Windows e os adventures gerados por ele também rodam apenas em Windows, porém existe um conversor capaz de fazer os adventures rodarem em formato web, neste caso o adventure vai rodar em qualquer equipamento que tenha um navegador, independente de sistema operacional, inclusive em mobiles, smart TV, geladeira… onde a web chega.

Para entender como o Gênesis funciona, Renato tem criado diversos e-books (criados no mesmo sistema) e todos estão disponíveis gratuitamente no site da Tilt, sendo que diversos projetos contam com suporte extra, como o projeto Cavernas de Marte, a missão, em versão adventure, que está sendo criado em um grupo do Facebook.

O papo estava tão bom que esta live durou 3 horas e a ideia é que em 2021 tenhamos outras com o mesmo formato, mas que não durem 3 horas.

A ideia é ir mostrando em workshops, cada funcionalidade ou truques de programação aplicáveis a criação de adventures.

Se gostou disso e quer mais lives como esta, a dica é fazer um comentário dizendo o que gostaria de ver, quais suas dúvidas, tanto sobre criação de adventures quanto sobre o uso do Gênesis para isso.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *